Notícias

Piumhiense terá morte investigada

19:03:01, JUN 06, 2019 Atualizada em 04/06/2019 às 13:06:09 Fonte:
Marcelo era queijeiro há de 20 anos conhecido por vários estados do Brasil

 

 

Piumhiense terá morte investigada

O piumhiense Marcelo Barbosa de Oliveira, 40 anos, morreu na quinta-feira (23/05), após ser retirado de sua casa em Piumhi/MG para uma internação involuntária e levado por quatro homens para uma clínica especializada em dependência química em Candeias-MG, Clínica Terapêutica Mundo Novo sem drogas. Marcelo foi levado para clinica e após alguns minutos o coordenador Daniel levou Marcelo para o Hospital e sendo feito várias tentativas para reanimá-lo foi constado pela equipe médica que ele havia dado entrada no hospital já sem vida.  A Polícia Militar foi chamada no Hospital Carlos Chagas para fazer o boletim de ocorrência do caso.

Segundo sua irmã, Flavia Barbosa de Oliveira, ele era dependente químico e por isso a família procurou a clínica para a internação do mesmo. Foi paga uma quantia referente a internação e ao traslado de Marcelo até as dependências da clínica. “Quatro homens foram até a casa do meu irmão para levá-lo”. Nós fomos avisados que neste momento poderia ter resistência por parte dele e, mesmo assim, quisemos participar e acompanhar junto a meus pais e a sua esposa em um outro veículo para apoiar meu irmão. Ainda de acordo com Flávia, foi informado aos funcionários que Marcelo fazia uso de medicação controlada e que ele já havia tomado seus remédios. Flávia ainda contou que os homens usaram de força e aplicado um golpe conhecido como “mata leão”.

Foi realizada uma necropsia no corpo da vítima que indicou como causa da morte asfixia estrangulamento.

O advogado da família Santos  Fiorini Netto  contou que os parentes de Marcelo prestaram depoimento e foi instaurado inquérito policial para apurar o caso. Explicou ainda que após terminado o inquérito, o mesmo será remetido à promotoria para devidas providências.

O advogado da clínica informou que a empresa irá colaborar com as investigações e com a justiça no que for possível.

 

 

 

Passeata dos amigos e familiares
Marcelo era queijeiro há de 20 anos conhecido por vários estados do Brasil, em Piumhi era querido e amado por todos que o conhecia, ele era ciclista e amante da natureza. Os amigos e familiares estão organizando uma passeata com os ciclistas, queijeiros, e todos que se comoveram com a trágica, cruel e triste morte do Marcelo. O evento acontecerá no dia 09 de junho as 9 h da manhã com a saída da Praça da Matriz, passará pela Praça Pe. Alberico e a chegada à Feira Livre.
Será uma oportunidade de homenageá-lo, de nos manifestarmos na luta pela justiça e pela vida de tantos outros que já estiveram, estão ou que possam estar em perigo em "locais" inapropriados para reabilitação. Todos que forem participar devem ir de camiseta branca.
 

Comentários

Voltar

Veja também