Notícias

TIPOS DE FME: VOCÊ TEM FOME DE QUÊ?

Saúde

10:24:24, SET 09, 2019 Fonte: Divulgação
Fome fisiológica ou fome física

Você sabia que existem diversos tipos de fome, e não somente aquela de quando nossa barriga ronca? Ela também pode estar associada ao nosso psicológico. Quer aprender a identificar os tipos de fome e descobrir qual fome você tem?

INFLUÊNCIAS NO NOSSO COMPORTAMENTO ALIMENTAR

A nossa alimentação é um processo complexo! Ela é composta pela interação de diversos fatores biológicos, psicológicos e socioculturais, que nos levam a fazer nossas escolhas alimentares.

Fome, apetite e saciedade são sensações muito importantes para a regulação do nosso comportamento alimentar e podem ser influenciados pelo nosso humor, personalidade, família, sociedade, poder econômico, entre outros.

QUAIS OS TIPOS DE FOME?

Fome fisiológica ou fome física

É a necessidade fisiológica de comer. Ela acontece aos poucos, começando com aquele ronco na barriga. Quando sentimos essa fome e não nos alimentamos, podemos sentir tontura, irritabilidade, enjoo e dor de cabeça.

Não é relacionada a um alimento específico, e sim percebida através de sinais internos do nosso corpo.

Fome emocional

Por causa de ansiedade, estresse, restrições alimentares, de sono ou outros, podemos sentir desejo de determinado alimento!

Sim, essa é a fome emocional (ou fome psicológica)! Ela é a vontade de comer um alimento ou grupo de alimento determinado para se alcançar satisfação e prazer. Surge como uma vontade urgente, e sem, necessariamente, desconfortos físicos.

A fome emocional pode estar relacionada a:

- falta de controle

- compulsão

- comer quantidades grandes

- ou não conseguir parar de comer

Pode ser resultado de acúmulo de vontades que não foram respeitadas, como em uma dieta restritiva, onde você está proibido de comer certos alimentos, levando ao comer sem pensar, compulsivamente.

Isso acontece porque os alimentos nos trazem sensações e emoções! A preferência nessa hora é, geralmente, por alimentos mais palatáveis, que são aqueles alimentos com alto teor de açúcar, gordura e sal, que atualmente existem em grande quantidade e de fácil acesso.

Fome social

A fome social está relacionada a eventos sociais, um momento onde não se tem ou percebe a fome, mas o alimento está ali disponível, como em confraternizações da família, festas, aniversário, entre outras. Um exemplo é amendoim de petisco e a pipoca no cinema, que você acaba comendo, apesar de não estar com fome fisiológica.

Fome específica ou Vontade

A vontade (ou fome específica) é aquela quando sentimos vontade de sentir determinado sabor, como por exemplo, “Que vontade de um chocolatinho!”

Pode surgir quando recebemos estímulos externos, como ver uma propaganda de um alimento na televisão.

RESUMINDO OS TIPOS DE FOME

A fome fisiológica é a necessidade de comida.

A fome emocional é aquela ligada ao afeto, onde se busca suprir suas emoções e sentimentos com o alimento.

A fome social é quando se come por ter aquele alimento disponível.

A fome específica é a vontade de comer determinada comida ou sabor específico.

PARE E REFLITA SOBRE SEUS TIPOS DE FOME

Você começa a comer:

- porque tem fome (fisiológica)?

- porque quer comer para suprir emoções como raiva, tristeza. (fome emocional)

- porque simplesmente a comida está na sua frente (vontade, fome social)?

- porque está com vontade de comer (fome específica)?

É importante avaliar se você está em busca de atender as suas necessidades fisiológicas ou se confortar com a comida.

É normal sentirmos todos esses tipos de fome de maneira equilibrada, mas busque ajuda se uma delas parece estar bem mais presente do que as outras.

Mas, como faço para perceber qual tipo de fome estou sentindo?

No momento em que vier a fome, pergunte-se: “Isso é fome física? Qual fome eu tenho agora?”

Se for física, coma.

Se não for, e você estiver em busca de conforto, busque-o em outro lugar que não seja a comida, como passear com o cachorro, fazer meditação, ouvir música, ver um seriado ou ler um livro.

E se você não conseguir fazer isso – afinal é difícil no início, então persista – veja a situação como um aprendizado e não como uma falha, se perdoe e tente novamente na próxima vez.

 

Luana Cassini – Nutricionista

 

Ponto Nutri

Luana Bastos Cassini

 Colunista Nutricional

 

Praça Guia Lopes, 196 - Centro - Piumhi-MG

37- 3371-1007 - (37) 99932-1007 WhatsApp 

Comentários

Voltar

Veja também