Notcias

ASSISTÊNCIA SOCIAL INICIA IMPLANTAÇÃO DA VIGILÂNCIA SOCIOASSISTENCIAL

Organizações da Sociedade Civil (OSCs)

16:13:24, SET 09, 2021 Atualizada em // s Fonte: PMP
De acordo com secretária Kátia Regina Faria Costa, a Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS), em seu art.2°, situa a Vigilância Socioassistencial como um dos objetivos da política de Assistência Social,

ASSISTÊNCIA SOCIAL INICIA IMPLANTAÇÃO DA VIGILÂNCIA SOCIOASSISTENCIAL

Na última quinta-feira, 09, aconteceu o primeiro encontro para apresentação e implantação da Vigilância Socioassistencial no município. Um público de 30 pessoas das Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e Conselheiros Municipais estiveram presentes, juntamente com secretária municipal de Assistência Social, Kátia Regina Faria Costa e a equipe, o promotor, André Silvares de Vasconcelos, presidentes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), Maria Carolina Pereira e José Geraldo Batista, o assessor jurídico, Davi Cândido e demais representantes. O evento aconteceu no Cine Victor Agresta. 
Os assistentes sociais Gilberto Donizete Ribeiro e Fabiana Nascimento Marques, da empresa Emancipa, responsáveis por ministrar o encontro, falaram sobre Introdução à Vigilância Socioassistencial, Marcos Normativos da Vigilância, Macroatividades da Vigilância, Principais Instrumentos e Fontes de Informação, Diagnóstico e Aplicações na rede SUAS.
Durante sua fala, Gilberto explicou ainda como deve funcionar uma Vigilância Sociassistencial, sobre as noções importantes para o seu funcionamento no município e interlocução com outras políticas públicas.
Outro ponto importante citado foi o diagnóstico de área, vulnerabilidade, risco ou território, além do quantitativo de famílias e indivíduos e suas características, quantas são atendidas e grau de cobertura dos serviços, programas, projetos e benefícios.
Ao final, Gilberto explanou sobre as maiores dificuldades que a Vigilância enfrentará em Piumhi e as atividades que ela irá exercer: organização, estruturação e padronização de informações; gerenciamento e consulta de sistemas informatizados; elaboração de diagnósticos e estudos; monitoramento e Avaliação; planejamento e organização de ações de busca ativa e notificações de violências e violações de Direitos.
Na oportunidade, alguns presentes deram sugestões de como vem funcionando a vigilância no município e fizeram questionamentos de como será realizado esse trabalho pelos órgãos responsáveis.
De acordo com secretária Kátia Regina Faria Costa, a Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS), em seu art.2°, situa a Vigilância Socioassistencial como um dos objetivos da política de Assistência Social, além de ser definida como um dos instrumentos das proteções que identifica e previne as situações de risco e vulnerabilidade social e seus agravos no território. 
Ela explicou que a Vigilância é também comprometida com a produção e disseminação de informações, possibilitando conhecimentos que contribuam para a efetivação do caráter preventivo e proativo da política de assistência social, assim como para a redução dos agravos, fortalecendo a função de proteção social do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).
“A importância da implantação da Vigilância Socioassistencial e sua relevância para o planejamento e execução da Política de Assistência Social em Piumhi, visa ainda a consolidação e qualificação do SUAS”, relatou.

Comentrios

Voltar

Veja tambm