Notcias

‘SÓ DEUS PARA TIRAR ELE DESSA’, DIZ JOVEM SOBRE IRMÃO EM ESTADO GRAVE APÓS SER ATROPELADO POR MOTORISTA EMBRIAGADO EM MG

Rafael Rodrigues da Silva está internado em estado grave na Santa Casa de Passos (MG). Ele é um dos quatro jovens atropelados pelo servidor público, que foi preso.

10:18:37, JAN 01, 2022 Atualizada em // s Fonte: g1 sul de minas

 

Rafael Rodrigues da Silva, de 27 anos, um dos quatro jovens atropelados por um motorista embriagado em Passos (MG), no sábado (15), segue em estado gravíssimo na UTI da Santa Casa nesta segunda-feira (17). O jovem está intubado, com várias fraturas pelo corpo e precisa de doação de sangue.

“Ele está intubado, em coma induzido. Está ruim e com várias fraturas. Ele chegou a quebrar a cervical, o tórax, um braço. É só por Deus para tirar ele dessa”, disse Wesley Rodrigues da Silva, irmão de Rafael.

Wesleu relembra o momento em que soube do acidente e foi até a esquina em que o irmão estava com os amigos. Eles, conforme testemunhas, jogavam cartas em uma mesa de plástico próxima à calçada no momento em que foram atingidos pelo motorista de 45 anos, que é funcionário público.

Segundo relato do boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, testemunhas disseram que o autor do crime estava em um bar consumindo bebida alcoólica. Em determinado momento, ele pagou a conta e foi embora, mas momentos depois, retornou, perguntando quem havia roubado seu celular.

Ainda conforme testemunhas, diante da negativa de todos os presentes, o homem então passou a ameaçar o dono do bar, dizendo que "eu só não vou atropelar todos aqui porque eu te conheço, mas eu vou fazer uma desgraça ali na esquina e passar por cima".

Diante disso, conforme as testemunhas, ele entrou no carro e saiu em alta velocidade em direção ao grupo de quatro jovens. O motorista avançou com o carro em cima do grupo e depois ainda tentou dar ré para atropelá-los novamente, mas os jovens fugiram.

O motorista foi localizado pela polícia e ficou constatado que dirigia bêbado. Ele foi preso por tentativa de homicídio e embriaguez ao volante. No momento do registro da ocorrência, o motorista disse à polícia que não viu o que aconteceu.

“Foi feito o auto de prisão em flagrante, a prisão dele foi ratificada no plantão pelos delitos de embriaguez ao volante e tentativa de homicídio qualificado por motivação fútil em relação às quatro vítimas”, explicou o delegado da Polícia Civil Matheus Ponsancini.

 

“A gente não quer o mal de ninguém, quer só que a Justiça seja feita, que a Justiça de Deus seja feita. Porque ela tarda mais não falha. Que ele pague o que fez com a gente, porque ninguém merece isso”, completou Iago.

De acordo com a família, Rafael precisa de doação de sangue, de qualquer tipo. Ele segue internado na Santa Casa de Passos.

 

Comentrios

Voltar

Veja tambm