Notcias

O que é a psicologia da adolescência?

A adolescência é uma etapa de transição entre a infância e a vida adulta, que compreende mudanças físicas e psicológica

14:03:06, MAI 05, 2022 Atualizada em 03/05/2022 s 14:05:05 Fonte: A simples má gestão das emoções vividas durante esta etapa pode gerar consequências que serão arrastadas ao longo da vida

 A psicologia da adolescência trata de entender a complexidade dessa fase com o objetivo de oferecer o suporte necessário para enfrentar os conflitos que se apresentam. É um momento marcado pela perda de confiança em si próprio e nas pessoas que o cercam, que precisa ser administrado com cuidado. Quais são as etapas de desenvolvimento de um adolescente? O desenvolvimento de um adolescente pode ser dividido em três grandes fases: • a pré-adolescência, que costuma ir dos 10 aos 11 anos • o período central da adolescência, que está compreendido entre os 12 e os 16 anos • e o período final da adolescência, que vai dos 17 aos 20 anos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Muitos especialistas coincidem em que a segunda fase seria o período de maior instabilidade, quando se concentra justamente o despertar da sexualidade.

Quais são os problemas ou transtornos mais frequentes durante a adolescência? Os problemas e transtornos mais frequentes durante a adolescência são: • Ansiedade • Transtornos alimentares (bulimia, anorexia, compulsão) • Transtornos de conduta (agressividade, mentiras compulsivas, comportamento destrutivo) • Depressão • Fobia social • TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). É importante entender que se trata de uma “fase” de instabilidade pela qual o adolescente está experimentando, ao mesmo tempo passando por mudanças físicas, cognitivas e sociais. O enfrentamento dos conflitos fica mais difícil se este jovem não encontra uma rede de apoio. A empatia é fundamental, pois nem sempre as mudanças de comportamento são transitórias. Elas podem ser sintomas, tanto psíquicos quanto emocionais, que merecem a devida atenção. O que causa a crise da adolescência?

A crise da adolescência é desencadeada por conflitos de identidade, provocada por dúvidas sobre a imagem física, o papel dentro do “grupo”, as habilidades, a sexualidade. A ansiedade e a angústia experimentada nesta etapa da vida, especialmente diante do desconhecido faz parte do crescimento pessoal e da maturidade do adolescente. Porém, precisa ser trabalhada, processada, para que seja um fator que provoque mudanças positivas.

O tratamento psicológico sempre deve ser considerado como uma possibilidade, quando o adolescente tem dificuldades para lidar com suas emoções. Como se desenvolve a sexualidade durante a adolescência? Apesar de haver na sociedade uma tendência à precocidade, as questões da sexualidade costumam se desenvolver durante o período central da adolescência, entre os 12 e os 16 anos. É quando este jovem começa a processar os estímulos e as informações relacionadas ao sexo e questionar sua própria sexualidade. As principais etapas de desenvolvimento da sexualidade são: • 12 a 14 anos: etapa de grandes mudanças hormonais e isolamento. Costuma coincidir com a descoberta da masturbação • 14 a 15 anos: etapa de incertezas, das primeiras experiências e das confidências • 15 a 16 anos: etapa de afirmação da identidade sexual, com relações descomprometidas e, muitas vezes, com ambos os sexos. Depois desse período, viria uma fase de consolidação da identidade e orientação sexual e de uma maior estabilidade emocional. Falar sobre sexo continua sendo um dos tabus mais temidos pelos pais, mas que tem papel fundamental na formação de um adulto saudável e feliz. A comunicação e o espaço aberto para diálogo na família são dois fatores de grande impacto na sexualidade do adolescente. Quando levar um adolescente a um psicólogo? Sempre que haja mudanças bruscas de comportamento, e diante da impossibilidade de diálogo, é importante considerar a possibilidade de levar o adolescente a uma consulta com um psicólogo. Muitas vezes, o simples fato de contar com um elemento externo à dinâmica familiar já é suficiente para promover mudanças significativas. Não precisa ser um caso de transtorno psicológico.

A simples má gestão das emoções vividas durante esta etapa pode gerar consequências que serão arrastadas ao longo da vida, afetando os relacionamentos e todas as demais esferas. Quem pode te ajudar? Na hora de escolher o psicólogo, é importante procurar um profissional especializado em adolescência e suas dinâmicas. Isso facilita a comunicação durante a psicoterapia, já que o profissional dispõe dos recursos necessários para conectar com esse jovem, na tentativa de melhor enfrentar os desafios desta etapa da vida, tanto pela ótica dos pais como pela ótica dos adolescentes.

Leila Fagundes Silva
 Psicóloga 
CRP-04 11026

Consultório (37)3371-2350

Comentrios

Voltar

Veja tambm