Notcias

Piumhiense Wainy Terra ganha festival gastronômico Comida di Buteco agora vai brigar pelo título nacional

O bar é comandado pelo casal Wainy Terra, mineira de Piumhi, e Ivamir Victor Pizzani de Castro Silva, do Rio de Janeiro

18:27:19, SET 09, 2021 Atualizada em 27/09/2021 s 18:09:26 Fonte:
??Sempre gostei de bar. E nunca aceitei que os clientes fiquem levantando as mãos para pedir atenção

 

 

‘Maluco Beleza’ faz a cabeça dos jurados do Comida di Buteco

Criação do Eskina Bar, em Barão Geraldo, fatura concurso e agora vai brigar pelo título nacional

Polo de tecnologia e sede de grandes universidades, como Unicamp e Facamp, o distrito de Barão Geraldo também é destaque quando o assunto é  gastronomia em Campinas. É lá que está, dentre outros redutos de boa comida e de tradição da baixa gastronomia, o Eskina Bar, campeão da edição 2021 do Comida di Buteco com o prato ‘Maluco Beleza’, um encontro de sabores que conquistou público e jurados e agora disputa o título de melhor petisco de buteco do Brasil, em outubro.

Perseguido há seis anos pelo Eskina Bar, o título do Comida di Buteco veio com o prato que reúne escondidinho de purê de mandioca na manteiga com ‘carne maluca’ – costela bovina desfiada ao molho do chefe, gratinada com parmesão e catupiry. O ‘Maluco Beleza’ tem como acompanhamento torradas temperadas e cachaça.

“Nossa preocupação é surpreender clientes e amigos. A mistura de sabores é vital para chegar a um belo prato. Não quero nada sem gosto para quem frequenta o bar”, destaca Allan Gasperini, responsável pela cozinha do boteco campeão.

E não há estabelecimento que traduza melhor o distrito de Barão Geraldo que o Eskina Bar. Localizado na confluência das ruas mais movimentadas do Centro, é ponto de encontro de culturas desde 2008. E isso começa atrás do balcão.

O bar é comandado pelo casal Wainy Terra, mineira de Piumhi, e Ivamir Victor Pizzani de Castro Silva, do Rio de Janeiro. Essa mistura confere ao Eskina Bar descontração, zelo pelo bom atendimento, cerveja sempre gelada e delícias da gastronomia

“Sempre gostei de bar. E nunca aceitei que os clientes fiquem levantando as mãos para pedir atenção. Por isso, na medida de possível, nossos garçons e garçonetes são preparados se antecipar e garantir o bom atendimento”, ressalta Ivamir.

O grupo trabalha em conjunto, do chef ao garçom. O campeonato foi uma luta árdua e saborosa conquista”, define a mineira Wainy Terra.

 

Busca por excelência

Para manter-se em destaque e cativar um público fiel ao longo dos anos, o Eskina Bar foi em busca de excelência. Ivamir faz questão de compartilhar a experiência de anos no comando de bares com os colaboradores e incentiva o crescimento profissional.

Um exemplo é o chef Allan Gasperini, responsável pela criação das delícias produzidas na cozinha o Eskina Bar. Ele ganhou certificação em preparação de molhos, higiene e manipulação de alimentos, e atualmente cursa faculdade de gastronomia. Já teve a oportunidade de trabalhar e aprender com grandes cozinheiros de redes.

Allan está na beira do fogão desde os 11 anos de idade, quando ajudava a sua mãe Terezinha e sua avó Maria de Lourdes. Allan explica que o trabalho começa um ano antes do concurso.

O Eskina Bar tem um cardápio para todos os gostos, mas destaque para os pratos apresentados nos últimos anos no Comida di Buteco: Bolinho Costela de Adão, Tulipinha Tico Tico no Fubá, Bombom de Milho  Verde, Filé do Barão , Torresmão Cabra da Peste e, agora, Escondidinho Maluco Beleza.

Na Fase Nacional do Concurso, a comissão de jurados visitará os campeões de cada cidade. A premiação da Fase Nacional acontecerá no dia 6 de outubro, na cidade de São Paulo.

Vencedor do Comida di Buteco: Eskina Bar

Endereço: Rua Horácio Leonardi, 12, Barão Geraldo, fone (19) 3722 5237

Funcionamento: Todos os dias, a partir das 16h30

Siga nas redes sociais:  Eskinabarcampinas (instragran) e Eskina Bar (face)

 

.

Comentrios

Voltar

Veja tambm